SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi, IV SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi

Tamanho da fonte: 
Problemas geram inovações em um projeto de saúde bucal infantil
Rise Consolação Iuata Costa Rank, Joana Estela Rezende Vilela

Última alteração: 2018-10-05

Resumo


O programa interdisciplinar em promoção de saúde bucal “BOQUINHA DO BEBÊ” busca a equidade em saúde bucal das crianças, com o enfrentamento das iniquidades desde o desmame precoce até a prevenção de doenças que podem ser evitadas com educação, atendimento e acompanhamento. Trata-se de um programa público de baixo custo, simples e prático que visa atuar na promoção da saúde bucal infantil desde o período gestacional até a criança completar 5 anos de idade, ele atende em todas Unidades básicas de saúde (UBS) do município, creches e Hospital regional.  Até o momento já foram inscritas 4.393 crianças, com número de 13.908 atendimentos. O protocolo de atividades foi criado para 6 etapas. As gestantes recebem orientações e motivações em relação à amamentação, mitos culturais e preparo para cuidados de intercorrências que podem ocorrer neste ciclo puerperal. A criança pode ser inscrita no programa de 0 até 12 meses de idade na UBS, com agendamento trimestral. Ao nascer o primeiro dente, a criança recebe a primeira escova dental. As mães adquirem orientação em relação à dieta, e esclarecimentos sobre os perigos dos hábitos de sucção de dedo, chupeta e mamadeira. Os profissionais acompanham a respiração, deglutição, irrupção dentária da criança, a estabilização da oclusão, mastigação e monitoramento. Desde então, vários problemas foram detectados. A equipe percebeu que faltava posição postural para orientar as mães quanto a higiene bucal de bebês, instrumentos para ajudar no atendimento e tratamento de bebês, ausência de fichas, protocolos e técnicas auxiliares aos profissionais. Este programa, para conseguir  promover saúde, realizar levantamento de dados epidemiológicos, prevenir e reduzir doenças bucais nas crianças, precisou estudar e pesquisar vários itens que geravam problemas por ausência de evidências científicas e/ou instrumentos. Assim, estamos trabalhando em inovação tecnológica, buscando contribuir para a eficiência e melhoria das políticas públicas locais, e também na produção de pesquisas para fundamentação científica dos produtos.


É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.