SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi, IV SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi

Tamanho da fonte: 
Determinantes Socioeconômico na incidência da Tuberculose no Tocantins
caroline barros figueira, Walmirton Bezerra D' Alessandro, Caio Willer Brito Gonçalves, Indyra Ferreira de Lucena, Philipe Motta do Carmo, Rafael luz Moraes

Última alteração: 2018-10-10

Resumo


Introdução: É uma doença infecto-contagiosa causada por pela Mycobacterium tuberculosis. Ainda é considerada um grave problema de saúde pública mundial e possui elevada incidência no Estado do Tocantins. Possui relação a fatores sociais e econômicos. Objetivo: Analisar a incidência de tuberculose no Estado do Tocantins entre 2014 à 2017 e a relação de determinantes sociais e econômicas. Material e Métodos: Estudo descritivo e retrospectivo, realizado em 765 paciente notificados retirado da base de dados DATASUS, que associa a tuberculose com variáveis socioeconômicas, como HIV, alcoolismo, tabagismo, população em situação de rua, usuários de drogas, População Privada de Liberdade (PPL) nos anos de 2014 à 2017, no Estado de Tocantins Resultados: Foram de 765 pacientes notificados com Tuberculose em Tocantins. Identificado dentre esses pacientes, 60 pessoas portadoras de co-infecçao HIV/tuberculose (7,84%), 126 alcoólatras (16,47%), 116 tabagistas (15,16%), 18 considerada como população em situação de rua (2,35%), 53 usuárias de drogas (6,92%) e 29 PPL (3,79%). Conclusão: Determinantes socioeconômicos tem alta relevância na incidência da Tuberculose, sendo importante a interlocução entre as políticas públicas que identifiquem as características especificas desses indivíduos que tem tuberculose e a necessidade de redução de desigualdades sociais.

 

Palavras chave: Tuberculose, Estudo observacional, Tocantins.


É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.