SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi, IV SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi

Tamanho da fonte: 
UMIDIFICAÇÃO DO TRATO RESPIRATÓRIO EM PACIENTES SOB VENTILAÇÃO MECÂNICA.
Layanna Alves da Silva, Beatriz Araújo, Rebeca Oliveira Crispim, Izabella Kássia Teixeira Santos, Anny Pires de Freitas Rossone, Geovane Rossone Reis

Última alteração: 2018-10-06

Resumo


Introdução: Pacientes em ventilação mecânica necessitam de interfaces para aquecer e umedecer o ar inspirado através das próteses respiratórias. Os dispositivos utilizados podem ter alguma associação com este tipo de infecção. Objetivo: Esclarecer, através do levantamento do resultado das principais pesquisas, as melhores formas de umidificar as vias aéreas de pacientes sob ventilação mecânica. Metodologia: Trata-se de uma revisão exploratória da literatura. Os artigos científicos para elaboração do mesmo foram selecionados nas bases de dados Portal de periódicos Capes, Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde - Bireme, Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde - Lilacs e Scientific Electronic Library Online - Scielo, em português e inglês, utilizando os descritores em língua portuguesa: Respiração artificial, administração por inalação e trato respiratório. Além de livros sobre fisiologia do exercício e medicina intensiva. Foram incluídos todos trabalhos e livros que abordassem o tema proposto. Discussão: A maioria dos artigos esclarece que o filtro trocador de calor e umidade gera uma umidificação mais fisiológica ao trato respiratório, porém algumas pesquisas não comprovam maior eficiência entre o filtro e os umidificados aquecido. Os filtros mistos associam um elemento higroscópico a um hidrofóbico, satisfazendo as necessidades de umidificação e calor diminuído nos hidrofóbicos e aumentando as propriedades de filtro contra bactérias no higroscópico. Independente de não existir valores significativos entre o UAA e o HME na redução da incidência de PAVM, o tipo HME é um método alternativo recomendado para a umidificação de pacientes que estejam em VM, pois, a umidificação e a temperatura mantida pelo mesmo tem maior semelhança com a necessidade fisiológica da respiração. Conclusão: A umidificação das vias aéreas é crucial para a condução de pacientes sob ventilação mecânica, porém não há um consenso sobre qual é o melhor método de umidificação.


É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.