SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi, IV SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi

Tamanho da fonte: 
HUMANIZAÇÃO E TECNOLOGIA NA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM
Layla Alves Silva, Aline Andrade, Larissa Alves Silva, Pedro Felipe Nascimento, Claudia Neri

Última alteração: 2018-10-11

Resumo


Introdução: Os avanços tecnológicos trouxeram para a área da saúde contribuições na luta contra as doenças e na manutenção da vida humana. A inserção da tecnologia, associada à humanização irá consequentemente melhorar o acolhimento do cliente. Objetivo: Analisar os benefícios e prejuízos advindos do uso da tecnologia e da humanização na assistência de enfermagem. Material e Métodos: O presente estudo foi realizado a partir de revisão bibliográfica, foram pesquisados artigos nacionais nas bases de dados SciELO e Google Acadêmico, entre os anos de 2006 a 2009. Os descritores utilizados para busca foram enfermagem, tecnologia e humanização da assistência. Resultados: A Enfermagem acompanha a evolução tecnológica assumindo novas responsabilidades e, consequentemente, adquirindo maior respeito e autonomia. O enfermeiro passou a assumir cada vez mais funções administrativas, afastando-se gradativamente, do cuidado ao paciente. Conclusão: Conclui-se que a tecnologia, apesar de ser indispensável para propiciar uma melhor qualidade de vida ao paciente assistido, é insuficiente para tornar realmente efetiva a assistência ao indivíduo enfermo. Considerando que o paciente é um ser holístico, ele não pode deixar de ser observado como tal, a área da saúde precisa e deve utilizar-se dos recursos tecnológicos cada vez mais avançados, porém, nós, profissionais de Enfermagem, não deveríamos esquecer que jamais a máquina substituirá a essência humana.

 

Palavras chave: Enfermagem, Tecnologia, Humanização da Assistência.


É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.