SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi, IV SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi

Tamanho da fonte: 
AREA FOLIAR ESPECIFICA DO CAPIM Urochloa brizantha cv. Marandu SUBMETIDO A DIFERENTES FONTES FOSFATADAS
João Henrique Silva da Luz, Hanrara Pires de Oliveira, Lara Couto Marques, Angela Franciely Machado, Jaci De Souza Dias, Rubens Ribeiro da Silva

Última alteração: 2018-10-08

Resumo


Introdução: O capim Marandu é uma excelente forrageira para cultivo no Cerrado brasileiro devido a sua adaptação e desempenho produtivo nessas condições edafoclimáticas. Porém, pouco se sabe sobre o manejo de adubação fosfatada para a cultura. Objetivo: Determinar a área foliar especifica da forrageira Urochloa brizantha cv. Marandu sob aplicação de diferentes fontes fosfatada. Material e Métodos: O experimento foi conduzido em casa de vegetação na Universidade Federal do Tocantins, campus de Gurupi. O solo utilizado foi Latossolo Vermelho-Amarelo corrigido com calcário dolomítico. Foram utilizados cincos diferentes fontes de adubação fosfatada da empresa TIMAC®, na dose de 100 kg ha-1 e uma testemunha. Os tratamentos foram incorporados ao solo e dispostos em delineamento inteiramente casualizado com 6 repetições. As sementes do capim Marandu foram semeadas em vasos plásticos de 10 dm-3 e irrigadas diariamente de acordo com a capacidade de campo até o termino do experimento. 30 dias após a germinação foram realizados cortes de uniformização a 25 cm de altura do solo e após 60, 90 e 120 dias realizados corte onde foram determinados a massa seca da parte aérea (MS) e a área foliar (AF). A área foliar especifica (cm² g-1) foi calculado por meio da razão entre a AF e a MS. A média dos três cortes foram submetidos a ANOVA (p<0,05) e posterior a analise de regressão pelo software SIGMA PLOT 10. Resultados: As melhores respostas foram encontradas nas fontes Timac 02 e Timac 03 com 1,53 cm2 g-1 e 1,66 cm2 g-1, respectivamente. Na ausência de adubação fosfatada a área foliar especifica foi de 2,70 cm2 g-1 um acréscimo de 76 e 63% em relação a fonte fosfatada Timac 02 e Timac 03. Conclusão: A forrageira Urochloa brizantha cv. Marandu sob a aplicação da fonte fosfatada necessitam de menos de área foliar para produzir a mesma quantidade de massa seca.


É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.