SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi, IV SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi

Tamanho da fonte: 
CASOS DE INTERNAÇÕES E ÓBITOS POR LEISHMANIOSE VISCERAL POR FAIXA ETÁRIA, NOS ESTADOS DO PARÁ E TOCANTINS DE 2012 A 2017.
DANIELA SOUTO DANTAS, Carolyna Gonçalves Rodrigues, Eduardo Paixão Aires, Walmirton Bezerra D'Alessandro

Última alteração: 2018-10-06

Resumo


Introdução: A Leishmaniose Visceral é uma doença infecciosa sistêmica. É uma zoonose de evolução crônica. No Brasil, a principal espécie responsável pela transmissão é a Lutzomyia longipalpis e tem como principal vetor, os cães. Objetivo: Analisar os casos de internações e óbitos por Leishmaniose Visceral nos estados do Pará e Tocantins de Janeiro de 2012 a Janeiro de 2017. Metodologia: Foi realizado um estudo retrospectivo, primário e longitudinal do número de internações e óbitos por leishmaniose visceral nos estados do Pará e Tocantins entre janeiro de 2012 e janeiro de 2017, de todas as faixas etárias. Os dados foram retirados do Banco de Dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde– DATASUS. Resultados: Durante o período analisado, foi observado um total de 1.476 internações e 57 óbitos no Pará e 1.239 internações e 66 óbitos no Tocantins. A maior incidência por faixa etária foi demonstrada entre 20 e 39 anos, nos dois estados. Sendo no Estado do Pará o ano de 2016 com maior número de casos com: 362 internações e 16 óbitos e no Estado do Tocantins o ano de 2015 com: 198 internações e 16 óbitos. Conclusão: Como observado nos anos de 2012 até 2017, os casos de internações e óbitos por Leishmaniose Visceral foram sempre presentes nos estados do Pará e Tocantins, principalmente na faixa etária de 20 e 39 anos. E apesar da doença ser amplamente conhecida e possuir tratamento disponibilizado pelo SUS, o número de óbitos devido à doença ainda é bastante alta principalmente no Estado do Tocantins.

PALAVRAS-CHAVE: Leishmaniose, Leishmaniose Visceral, Zoonoses.


É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.