SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi, IV SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi

Tamanho da fonte: 
ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS PARA ALUNOS COM DISCALCULIA INDICADAS PELA LITERATURA NA ÁREA DE DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM
Karina Aparecida Terra

Última alteração: 2018-10-07

Resumo


Introdução: Atualmente, verifica se inúmeras dificuldades dos alunos, relacionadas à capacidade de resolver problemas matemáticos e certas habilidades com cálculos. Neste campo, a Discalculia ganha destaque, pois afeta as condições de desenvolvimento da capacidade cognitiva do aluno, impedindo que tenha melhor apreensão e construção das ações facilitadoras de sua aprendizagem. Objetivo: Indicar estratégias pedagógicas para alunos com Discalculia sugeridas pela literatura na área de dificuldades de aprendizagem, como ferramentas que facilitam o processo de ensinagem na área da Matemática. Material e Métodos: Optou-se por uma abordagem teórica, bibliográfica, com enfoque qualitativo. Os dados foram interpretados a partir da análise de conteúdo. As categorias adotadas foram: tipos de dificuldades de aprendizagem, as causas e as estratégias usadas pelos professores para trabalhar os alunos com Discalculia, bem como atividades pedagógicas necessárias para intervenções que possibilitam levar o sujeito a construir formas de pensar e resolver os problemas. Resultados: Das várias estratégias utilizadas para ajudar as crianças que apresentam Discalculia, podemos citar a ludicidade como forma de aprendizado, além de utilizar exemplos concretos que conectam matemática à vida real, como os botões de classificação, usar auxílios visuais ao resolver problemas, podendo desenhar imagens ou mover objetos. Adotar o uso de caderno quadriculado. O uso de códigos visuais, diagramas, cones, sublinhados, esquemas, permite concentrar atenção nos expoentes, varáveis, símbolos de operações, etc., o que facilita a sua compreensão, aprendizagem e generalização como jogos na sala, pois estes consistem numa boa opção para ajudar na visualização de seriação, classificação, as habilidades psicomotoras, habilidades espaciais e a contagem. Permitir o uso do computador, deste modo é um instrumento que pode ser muito bem aproveitado, especialmente porque existem muitos sites com jogos educativos que propiciam a noção de espaço e forma, como o tangram. Conclusão: A pesquisa bibliográfica enfatizou que a dificuldade de aprendizagem da Matemática está presente no setor escolar e que angustia muito as crianças que apresentam essa dificuldade que é conhecida como Discalculia. Nessa perspectiva quanto às intervenções detectou-se, que é possível ajudar a criança, nos variados tipos de jogos matemáticos e também fazer o uso da tecnologia que tanto os atrai, pois com essas técnicas ajudará a criança a desenvolver várias habilidades, tais como: atenção, concentração, interação, socialização, raciocínio lógico-matemático, criatividade, esforço, quantidade, ordenação, habilidades motoras, ritmo, entre outras.

Palavras chave: DISCALCULIA, MATEMÁTICA,  DIFICULDADES.


É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.