SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi, IV SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi

Tamanho da fonte: 
DETECÇÃO DO VÍRUS PHASI CHAROEN-LIKE EM AMOSTRAS DE MOSQUITOS COLETADAS EM MUNÍCIPIOS DO SUL DO ESTADO DO TOCANTINS
Camila Luz Gross, Osvaldo Franco de Araújo Neto, Renata de Souza Alves, Mateus Lima de Sousa, Raimundo Wagner de Souza Aguiar, Fabrício Souza Campos

Última alteração: 2018-10-07

Resumo


Introdução: A família Phenuiviridae se caracteriza por vírus que apresentam genoma de RNA linear de sentido negativo dividido em três segmentos (M, L e S). São transmitidos por artrópodes, apresentando como hospedeiros ruminantes, camelos e humanos. Objetivo: Identificar a presença de vírus em pools de cerca de 1.000 mosquitos coletados em 4 municípios do estado do Tocantins e compara-los aos genomas virais disponíveis no banco de dado GenBank. Material e Métodos: As amostras foram coletadas nos municípios de Aliança do Tocantins, Duére, Formoso do Araguaia e Gurupi. Após a coleta, as amostras foram solubilizadas em água e submetidas a ultracentrifugação para concentração das partículas virais. Em seguida, o DNA e o RNA viral foram extraídos e submetidos ao sequenciamento de nova geração na plataforma Illumina. As sequências curtas (reads) foram montadas em sequencias maiores (contigs) e submetidas à ferramenta BLASTx para detecção viral. Em seguida, os contigs pertencentes à mesma família foram estendidos com o software "PRICE".  Resultados: As sequências com alta similaridade aos vírus da família Phenuiviridae foram alinhadas pela ferramenta Mafft do software Geneious para posterior análise filogenética. Fragmentos parciais dos três segmentos gênicos (segmento L codificador da RNA polimerase viral, o segmento M e o segmento S) foram detectados nas amostras com, respectivamente, 97%, 96% e 96% de identidade nucleotídica com o vírus Phasi Charoen-like.  Conclusão: O sequenciamento de nova geração aplicado em amostras de mosquitos se apresenta como uma ferramenta viável para a detecção e o monitoramento de novos arbovírus que potencialmente podem infectar humanos e outros animais.

 

Palavras chave: Phenuiviridae, Arbovírus, vírus Phasi Charoen-like, Viroma.

 


É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.