SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi, IV SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi

Tamanho da fonte: 
SÍNTESE DE ÁCIDO INDOL ACÉTICO E SOLUBILIZAÇÃO DE FOSFATO POR Trichoderma asperellum.
Flávia Luane Gomes

Última alteração: 2018-10-10

Resumo


Os fungos do gênero Trichoderma são capazes de produzir fitohomônios tais como o ácido indol acético (AIA) e solubilizar fosfatos insolúveis presentes no solo, influenciando no desenvolvimento e crescimento vegetal. O objetivo deste trabalho foi quantificar a produção de ácido indol acético e solubilização de fosfato pela cepa Trichoderma asperellum UFT 201. A cepa Trichoderma asperellum UFT 201 foi adquirida no banco de cepas do laboratório de microbiologia da Universidade Federal do Tocantins, nos experimentos foi utilizado a cepa T. harzianum CIB T23 como testemunha positiva. Para o ensaio de AIA ambas as cepas de Trichoderma foram cultivadas por 7 dias em meio BDA, posteriormente transferidas por meio de discos para meio de cultura NBRIP contendo precipitado insolúvel de fosfato de cálcio (CaHPO4), onde foram cultivados por 5 dias sob agitação magnética (100 rpm), a quantidade de fósforo solubilizada foi determinada pelo método colorimétrico de Murphy e Riley (1962). Para os testes de produção de AIA, as cepas CIB T23 e UFT 201 foram transferidas para meio BD na presença de 100 mgL-1 de L-triptofano e cultivadas por 5 dias sob agitação magnética (100 rpm), o fitohormônio produzido foi quantificado em espectrômetro (530 nm) por meio da reação de uma 1 ml de reagente Salkowski [(FeCl3 0,5 M L-1 + HClO4 (35%)] em 2 ml do meio de BD após os cinco dias de cultivo. Os resultados foram submetidos ao teste de Ducan a 5% de significância. Em relação a solubilização de fosfato, a cepa T. asperellum UFT 201 apresentou concentração significativamente superior (p<0,05) com um percentual de solubilização de 67,8% superior ao controle positivo. Quanto à síntese de AIA, a cepa T. asperellum UFT 201 obteve uma produção cerca de 26,7% superior a testemunha positiva. A cepa T. asperellum UFT 201 foi capaz de sintetizar e solubilizar fosfato em proporções significativas.


É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.