SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi, IV SICTEG - Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi

Tamanho da fonte: 
CARACTERIZAÇÃO MORFOMÉTRICA DE UMA BACIA HIDROGRÁFICA DO MUNICÍPIO DE GURUPI – TO ATRAVÉS DE TÉCNICAS DE SENSORIAMENTO REMOTO E SIG
SAVIO DOS SANTOS OLIVEIRA, Joao Henrique Silva da Luz, Fernanda Fonseca Pereira, Jacinto Pereira dos Santos

Última alteração: 2018-10-09

Resumo


Introdução: Para o planejamento e desenvolvimento de planos de uso e manejo de área dentro uma bacia hidrográfica, o conhecimento de suas características morfométricas é essencial para a compreensão dos processos neste meio.  Objetivo: O presente estudo teve por objetivo realizar a caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do córrego Água Franca no município de Gurupi, TO. Material e Métodos: Para delimitação e obtenção das características físicas da bacia hidrográfica do córrego Água Franca, utilizou-se o modelo digital de elevação MDE ALOS/PALSAR adquiridas em 25/02/2011 e Imagens do satélite Sentinell2 de 25/09/2017 para estudo da uso e ocupação da área da bacia. Resultados: A área de drenagem encontrada foi de 47,37 km² e o perímetro 60,73 km. A bacia hidrográfica do córrego Água Franca apresenta perfil alongado, coeficiente de compacidade de 2,47, fator de forma de 0,25 e índice de circularidade de 0,16, indicando que a precipitação pluviométrica sobre ela se concentra em diferentes pontos. A densidade de drenagem obtida foi de 0,73 km km2. A altitude média encontrada foi de 282 m e o relevo do terreno foi classificado como suavemente ondulado (2,07%). Conclusão: A análise dos dados morfométricos mostrou que a bacia hidrográfica do córrego Água Franca é pouco susceptível a picos de enchentes.


É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.